Sobre o curso

Mulheres filósofas da Idade Média.jpg

Conteúdo programático:

 

Aula 1 - As correntes mais estudadas: as mulheres e o "mainstream" da filosofia medieval latina. (Hildegarda de Bingen, Heloísa de Argenteuil)


Aula 2 - Do lugar-comum para as línguas vernáculas: as beguinas e as correntes místicas da filosofia medieval. (Hadewijch de Antuérpia, Matilde de Magdeburgo, Elisabeth da Hungria e Judite de Kulmsee)

 

Aula 3 - Ainda fora do lugar-comum: as teorias da aniquilação de si. (Marguerite de Porete e Beatriz de Nazaré)

 

Aula 4 - De volta ao mainstream: a filosofia política das mulheres na transição ao humanismo. (Christine de Pizan)

O curso apresentou um estudo introdutório sobre as mulheres que faziam filosofia na Idade Média, além dos poucos nomes abordados geralmente. Há muito mais mulheres importantes para a tradição filosófica medieval que os cursos sobre mulheres filósofas na história da filosofia nos levam a crer. Assim, o curso é não apenas tratou daquelas figuras mais conhecidas, como Hildegarda de Bingen e Christine de Pizan, mas também estudou filósofas menos estudadas no “novo cânone”, como as beguinas (Hadewijch de Antuérpia, Matilde de Magdeburgo, Beatriz de Nazaré) e Marguerite Porete.


Estudou-se essas filósofas de maneira sincrônica e diacrônica, estabelecendo sua recepção da tradição filosófica anterior (de Platão, Aristóteles e Agostinho, por exemplo) e suas interações com as tradições filosóficas nas quais elas estavam inseridas (com Guilherme de Saint-Thierry, Bernard de Clairvaux e Pedro Abelardo, entre outros). Além de análises de textos e explicações sobre as teses e teorias dessas filósofas, foram abordadas questões metodológicas sobre o papel dessas mulheres na tradição filosófica ocidental, sobre seu papel na chamada tradição mística, e sobre as interpretações contemporâneas de seu trabalho.

O curso foi ministrado pela PROfª. DRª. ALINE MEDEIROS RAMOS,professora nos programas de graduação e pós-graduação da Université du Québec à Trois-Rivières (Canadá) desde 2016. É especialista em filosofia medieval e ética, com doutorado em filosofia (com menção de excelência) pela Université du Québec à Montréal, onde também lecionou. Tem dois mestrados (um em filosofia e outro em ética e sociedade), ambos pela Fordham University, em Nova Iorque (EUA), e graduação e licenciatura plena em filosofia pela PUC-SP. Tem também especialização em estudos de manuscritos medievais, com estágio de pesquisa e formação em Toronto e Roma, e formações complementares em estudos clássicos (latim e grego) na Universidade de Bologna (Itália), assim como no King's College London e no Warburg Institute (Reino Unido). Aline é parte da equipe que reconstruiu digitalmente o catálogo da biblioteca do Colégio Laflèche (França), onde Descartes e Hume estudaram (http://www.projetlafleche.uqam.ca/), e é também editora do livro Women's perspectives on ancient and medieval philosophy, publicado em 2021 pela Springer. 

Quer ver mais cursos assim no Instituto?